Digite sua busca

Fechar

USP Ribeirão Preto

O campus de Ribeirão Preto está localizado a 313 quilômetros da capital. Suas primeiras edificações, construídas no início da década de 1940 na antiga Fazenda Monte Alegre, ocorreram nas terras expropriadas para construção da “Escola Prática de Agricultura” (EPA), por ação do interventor Fernando Costa, formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ-USP.

Em meio ao processo de redemocratização do país (1945-1964), a escola deixa de existir para dar espaço, no início da década de 1950, à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) e seus anexos, a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) e o Centro de Saúde.

Vista aérea do campus de Ribeirão Preto | Imagem: João Neves

Atualmente, o campus conta com uma comunidade interna de mais de mil e oitocentos servidores técnico-administrativos, quase mil docentes e cerca de catorze mil discentes. São 8 Unidades de Ensino (Faculdade de Ciências Farmacêuticas – FCFRP; Faculdade de Direito – FDRP; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – FEARP; Faculdade de Educação Física e Esporte – EEFERP; Faculdade de Enfermagem – EERP; Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – FFCLRP; Faculdade de Medicina – FMRP; e Faculdade de Odontologia – FORP) com 27 cursos de graduação e, variados programas de pós-graduação, entre outras Unidades, como a Prefeitura do campus (PUSP- RP), o Hospital das Clínicas, o Hemocentro e o Museu do Café.

Dos 586 hectares de sua área total, uma grande parte trata-se de áreas verdes sendo cerca de 29% regulamentadas como Reservas Ecológicas da USP, uma iniciativa da SGA. Em 1998, teve início a implantação da “Floresta da USP-RP”, resultado de um projeto coletivo de reflorestamento com espécies nativas, favorecendo a cobertura vegetal urbana do município de Ribeirão Preto com espécies nativas, contando ainda com exemplares da fauna silvestre, principalmente da avifauna regional.

Mapa do campus de Ribeirão Preto que compreende regiões em verde escuro
Imagem: Google Earth

A temática ambiental no campus é tratada em uma complexa rede de ações, vivências e dinâmicas de pesquisa, ensino, extensão e gestão. Teorias e práticas de sustentabilidade e ambientalização são exercitadas em disciplinas acadêmicas de graduação e pós-graduação especialmente voltadas à temática, além de atividades de cultura e extensão e em uma diversidade de laboratórios, programas e comissões.

O Programa USP Recicla conta com a Comissão do campus e Comissões em cada Unidade de Ensino e na Prefeitura, estimulando a adoção de canecas duráveis e desenvolvendo várias ações educativas, bem como articulando a coleta seletiva no campus, com a colaboração da Cooperativa Mãos Dadas, uma organização da cidade de Ribeirão Preto.

A Rádio USP, desde 2006, discute temas socioambientais e questões de sustentabilidade por meio de entrevistas com especialistas e pesquisadores da área, sendo um desses programas o “Ambiente é o Meio” desenvolvido em parceria com docentes da FFCLRP e o Programa USP Recicla do campus.

Pertencente à Prefeitura do campus encontram-se o Laboratório de Resíduos Químicos (LRQ) e o Serviço de Áreas Verdes e Meio Ambiente. Ainda, em várias Unidades, são encontradas comissões assessoras como, por exemplo, as Comissões de Gestão Ambiental da FMRP e EEFRP e a Comissão do Meio Ambiente da PUSP-RP.

O campus conta também com a coleta de lâmpadas fluorescentes e de óleo vegetal usado pelo Laboratório de Desenvolvimento de Tecnologias Limpas, sob coordenação da PUSP-RP e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, que também possui um programa de manutenção da gestão de radioativos junto ao Núcleo de Radioproteção da FMRP.

Há vários exemplos do comprometimento com a sustentabilidade em ações diversas como: captação da água de chuva na EEFERP; implantação de horta medicinal na FCFRP; edifício com princípios de edificações sustentáveis na FDRP; implementação de radiografia digital na FORP.

Em 2017, como parte da Política Ambiental da Universidade, foi criada a Comissão Técnica de Gestão Ambiental (CTGA-RP), responsável pela elaboração do Plano Diretor Ambiental do campus, que se propõe a atualizar o Plano Ambiental de 2007 e o Plano Físico de 2008, bem como elaborar relatórios e auxiliar no tratamento de questões ambientais locais.

Acesse o site da prefeitura do campus: https://www.prefeiturarp.usp.br