Digite sua busca

Fechar

Relatório de emissão de gases de efeito estufa

Em 2009, a Universidade de São Paulo realizou o primeiro esforço para a quantificação das emissões antropogênicas de gases do efeito estufa (GEE) de todos os seus campi. O documento abrangeu as principais emissões de GEE referentes a 2007 (ano base) e representou um importante passo rumo à gestão sustentável da principal universidade do país.

O relatório refere-se ao inventário de emissões GEE de todos os campi da universidade no período de 2007 a 2012. O inventário reporta as emissões dos três principais gases do efeito estufa considerados no Protocolo de Kioto: dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O), para as mesmas fontes de emissão inventariadas no ano base. Um fato importante a ser destacado é que este inventário apresenta uma atualização das emissões de GEE do ano base, em função do uso de fatores de emissão mais recentes. Desta forma, as emissões do período inventariado podem ser comparadas de maneira justa com as do ano base.

Emissões totais de GEE da USP | Dados: USP

Mais importante que a quantificação das principais fontes de emissão de GEE dos campi da USP, é o desenvolvimento de ações estratégicas de mitigação e redução das emissões que podem surgir a partir deste levantamento. Adicionalmente, espera-se que este inventário venha a aumentar a consciência ambiental da comunidade uspiana sobre como nossas práticas diárias estão contribuindo com um fenômeno de abrangência global que pode modificar drasticamente nosso ambiente no futuro.

Para a obtenção dos indicadores de emissão de GEE do período inventariado, foram utilizados, entre outros, os dados da população das unidades da USP. Esta foi composta pelo número total de alunos regulares de graduação, pós-graduação, docentes e não docentes nas unidades entre 2007 e 2012.