Digite sua busca

Fechar

Projetos

A partir de agosto de 2016, a SGA passou a contar estrategicamente em sua gestão com os Projetos Pilotos. Trata-se de projetos concretos, em parceria com prefeituras, unidades, laboratórios cujo objetivo é buscar modelos que possam ser replicados em toda a universidade.

COBERTURA VIVA, Faculdade de Direito em São Paulo

No Prédio Anexo da Faculdade de Direito da USP, está em desenvolvimento o projeto piloto de revitalização do uso da cobertura viva, que consiste no plantio de espécies em um jardim que proporciona não só possibilidades novas de utilização do espaço, como também insere mais verde na área central da cidade de São Paulo.

Estudos técnicos da Cobertura Viva no edifício da FDUSP

“VAMOS DE BIKE”, no campus Pirassununga

Desenvolvido no campus da USP em Pirassununga, o projeto consiste em incentivar o uso de bicicleta com a instalação de bicicletas compartilhadas que podem ser utilizadas, neste primeiro momento, com a carteira da USP. As bicicletas foram instaladas em postos do campus, com objetivo de facilitar a movimentação da comunidade local, além de promover um deslocamento mais sustentável.

BANCO IN VIVO DE DIVERSIDADE GENÉTICA, no campus de Ribeirão Preto

O campus da USP em Ribeirão Preto abrange solo típico de áreas de florestas semideciduais estacionais ocupado de forma diversificada e intensamente submetido a impactos ambientais inerentes à sua localização e histórico de ocupação. O projeto, em parceria e colaboração da Prefeitura do campus de Ribeirão Preto e do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, visa estabelecer orientações que levem a perpetuação de áreas pertencentes às Reservas Ecológicas da USP-RP. A proposta de manejo do banco in vivo de diversidade genética de floresta mesófila semidecidual estacional envolve atividades acadêmico-científicas e de extensão universitária no sentido de incentivar atividades científicas e didáticas junto à comunidade interna e externa à universidade.

RAIA OLÍMPICA, na CUASO

O projeto da Raia Olímpica e Parque CienTec está sendo desenvolvido em parceria com um grupo multidisciplinar envolvendo a USP, o Estado e o Município de São Paulo, para desenvolvimento de atividades de Educação Ambiental outdoor utilizando conceitos, metodologias e tecnologias de ponta direcionado principalmente para o público escolar de educação básica.

la do aplicativo BioExplorer, criado por pesquisadores da USP

BOSSA, na CUASO

O projeto procura avaliar, em um primeiro momento, como ocorre o comportamento do usuário do campus nos ambientes administrativos, quanto às questões de conforto ambiental entendido como utilização de ar condicionado, luz natural, entre outros. Atende ao tema edificações sustentáveis, tendo como foco a educação do usuário, com vistas a estender o projeto para os discentes nos ambientes didáticos.

PROJETO DE “PERFORMANCE”, no CEPEUSP

O projeto consiste em instalação de mecanismos economizadores de água no Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (CEPEUSP) localizado na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (CUASO-SP) com o objetivo não só de redução de consumo, mas também como proposição de uma forma de gestão dos custos do projeto através da economia proporcionada no uso final.

BICICLETAS COMPARTILHADAS, na CUASO

Desenvolvido na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira” (CUASO-SP), o projeto consiste em incentivar e facilitar o acesso ao campus e às unidades por meio do compartilhamento de bicicletas. Além dos pontos de compartilhamento das bicicletas no campus, haverá uma integração com o Terminal Butantã e seu entorno.

Horta Comunitária, na Faculdade de Medicina em São Paulo

O projeto propõe a ampliação do sistema de compostagem para atendimento das necessidades do jardim e da horta da Faculdade de Medicina da USP na capital. A horta comunitária é um projeto onde são desenvolvidas várias ações de sustentabilidade na prática diária da unidade, tais como sistema de captação de água da chuva, compostagem, minhocário, criação de abelhas Jataí, reaproveitamento de recipientes descartáveis. Envolve a comunidade interna e externa que diariamente frequenta o local.

Mutirão desenvolvido para apoiar a manutenção da Horta Comunitária

BIODISGESTOR PARA RESÍDUOS DE SUINOCULTURA, no campus de Pirassununga

Em parceria com a Prefeitura do campus de Pirassununga está sendo implantado biodigestor para tratar os resíduos provenientes da suinocultura e permitir o reúso agrícola pela fertirrigação em pastagens.

O tratamento contará com conjunto automatizado para a filtragem e separação de sólidos, item financiado pela SGA.

RESÍDUOS QUÍMICOS, no campus de São Carlos

Projeto em parceira com a Prefeitura do campus de São Carlos, responsável pelo Laboratório de Resíduos Químicos do campus (LRQ), que atende as demandas de diversa unidades de ensino e pesquisa, prestando serviços de descontaminação e descarte legal de resíduos gerados no campus.

Reestruturação Ambiental da Clínica Odontológica, SAS

Projeto visando o desenvolvimento de estudos e medidas para ações de gestão local de água, energia elétrica e gás. Neste projeto a SGA oferece desde julho/2017 bolsa para um pós doutorando que atua na produção de protótipo para medição e home page para divulgação das informações para instrumentalizar o monitoramento de consumo de recursos (água e energia).

Regeneração da vegetação e convivência, na EACH

O projeto visa o plantio de espécies nativas e arbóreo-arbustivas indicadas para o município de São Paulo, considerando os aspectos físicos limitantes decorrentes de zonas de antigos aterros, existente no campus da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Tendo em vista que o campus encontra- se em um terreno árido, estéril e sem umidade, a intensificação da arborização contribuirá para uma maior conectividade entre a vegetação remanescente nessa região além de contribuir com o aumento da arborização da Zona Leste.

RADIOGRAFIA DIGITAL, nas Faculdades de Odontologia da USP

Iniciativa articulada entre a Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP), a Faculdade de Odontologia de São Paulo (FO) e a Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB), o projeto busca implementar nas três unidades a rotina da radiografia digital, reduzindo a dose de exposição à radiação de pacientes, docentes, servidores técnicos e administrativos e discentes de graduação e pós-graduação evitando o uso de filmes radiográficos e o processamento químico radiográfico. O desenvolvimento desse projeto tem implicações nas atividades de ensino, pesquisa e extensão na Universidade, podendo servir de modelo para outras instituições, bem como à proposição de políticas públicas para área.

Projeto Radiografia Digital | Imagem: FORP-USP

RESÍDUOS, na CUASO

Projeto de Pesquisa para diagnóstico da gestão dos Resíduos Sólidos em unidades da USP, iniciados pela POLI e EACH. Com os dados será possível criar instrumentos de gestão mais eficientes e sustentáveis, utilizando-se de metodologias a ser replicada entre os demais campi e unidades.

Levantamento qualitativo da fauna de pequenos vertebrados, no Campus de Pirassununga

O campus de Pirassununga é um importante ponto de refúgio de animais silvestres, sendo ocupado por uma zona de transição entre dois importantes biomas brasileiros, o Cerrado e a Mata Atlântica. Nessa área encontram-se um grande número de espécies silvestres, em uma região bastante devastada, mostrando a importância da conservação de sua flora como fonte de alimentação,nidificação e refúgio para a manutenção da diversidade. O projeto visa implementar ferramentas de acompanhamento das espécies silvestres, levantando informações sobre a biodiversidade e suas áreas de maior ocorrência; realizar campanhas de monitoramento a fim de verificar os impactos causados pelos transportes nas principais estradas e ruas no campus, bem como nos seus arredores e comparar parâmetros de riqueza, abundância e diversidade das espécies nas proximidades das áreas.

MOBILIDADE – ÔNIBUS A HIDROGÊNIO, na CUASO

Participação da SGA no projeto desenvolvido pelo Research Center for Gas Innovation que permitirá a pesquisa sobre efetividade de sustentabilidades de mobilidade por meio de criação de uma linha de transporte público de ônibus movido a hidrogênio entre as cidades de São Paulo e São Bernardo do Campo.

Plataforma de Indicador de Sustentabilidade, no Campus de São Carlos

Projeto de pesquisa para o desenvolvimento de indicador de sustentabilidade aplicável aos campi da USP iniciado pelo campus São Carlos. Com os dados pretende-se construir instrumentos para a gestão mais eficiente e sustentável e também utilizar a metodologia a ser replicada entre os demais campi e unidades.