', 'usp.br', {'name': 'blog_ID_103'}); ga('blog_ID_103.send', 'pageview'); ga('send', 'pageview');

Ideias e Ideais

As principais ideias e ideais que fundamentam o trabalho do USP Recicla estão baseados na participação, pertencimento, empoderamento, autonomia, uso de tecnologias ambientalmente adequadas e na redução dos resíduos gerados, na reutilização de produtos e materiais sempre que possível e na reciclagem (3Rs).

Em uma dimensão mais operacional, o programa USP Recicla é procura desenvolver ações educativas, gestão compartilhada e integrada, planejamento incremental, comunicação e divulgação e avaliação continuada.

Participação

A noção de participação que orienta o USP Recicla vai além da idéia de “fazer a parte que lhe cabe” e remete a uma postura pró-ativa, responsável e cooperativa de atuar como parte de algo maior. Trata-se de assumir tal postura e desenvolver ações preferencialmente coletivas e articuladas.

Pertencimento

É o sentimento que alimenta e orienta a participação. Envolve as aspirações e a necessidade humana de agregar-se. Pertencimento também está ligado a constituição de uma identidade pessoal e coletiva vinculada a um entorno natural ou construído. O sentimento de pertencimento pode ser em relação a um grupo, a uma instituição, a um bairro, a uma cidade, ao País, … Dentre outros objetivos, o USP Recicla busca alimentar e articular os sentimentos de pertencimento à comunidade USP e ao planeta.

Empoderamento

O empoderamento envolve o fortalecimento individual e/ou coletivo por meio do aperfeiçoamento de habilidades e saberes. Podemos sintetizar empoderamento como a formação de pessoas e grupos com capacidade de refletir, compreender, decidir, avaliar e recriar o mundo que as cercam; promovendo valores; sendo solidárias, críticas e comprometidas com a transformação da realidade.

Autonomia

O USP Recicla busca estimular que cada pessoa, livremente, adote posturas pró-ativas perante as questões ambientais. O Programa entende a noção de autonomia fortemente associada à responsabilidade, ou seja, seu exercício exige compromisso, auto-crítica e reconhecimento da interdependência social que permeia os temas ambientais.

Tecnologias Ambientalmente Adequadas

São produtos e/ou processos apropriados às condições ambientais, sociais, econômicas e culturais dos seus usuários e que oferecem contribuições à sustentabilidade ambiental e à qualidade de vida. Baseando-se em saberes tanto científicos como tradicionais, tais tecnologias apresentam características tais como: baixo consumo de energia e/ou recursos; utilização prioritária de recursos locais; renováveis e/ou de fácil obtenção; preferência por equipamentos simples; grande controle por parte do usuário final inclusive quanto a manutenção e outros.

Princípio dos 3Rs

O princípio dos 3Rs defende que as pessoas e as instituições adotem em suas ações cotidianas a seguinte ordem de prioridades, atenção e ações:

  1. Reduzir ao máximo a geração de resíduos, por exemplo: eliminando os desperdícios, rejeitando produtos e embalagens supérfluas, usando plenamente os recursos tal como a frente e o verso das folhas de papel.
  2. Reutilizar os produtos e materiais sempre que possível. Por exemplo, adotando materiais permanentes ao invés de descartáveis.
  3. Reciclar. Esgotados os esforços de redução e reutilização, encaminhar os resíduos para a Reciclagem, por meio da coleta seletiva.

Em uma dimensão mais operacional algumas outras idéias e conceitos orientam o Programa USP Recicla:

  • Educação
  • Gestão compartilhada e integrada
  • Planejamento incremental
  • Comunicação e Divulgação
  • Avaliação continuada

Educação

Os processos e ações educativas do USP Recicla englobam iniciativas que deliberadamente visam promover a mudança e o fortalecimento de pessoas e/ou grupos quanto a aspectos como: conhecimentos, habilidades, competências, valores, princípios, hábitos e atitudes.

Entendemos que, além das ações mais clássicas de ensino (instrução, divulgação, …), os processos educativos podem incluir ações de pesquisa, experimentação/vivência, sensibilização, problematização, intervenções sociais e outros.

Em geral, as iniciativas educativas do Programa são pautadas por três eixos articulados: disponibilização de conteúdos, pedagogia da práxis e constituição de comunidades de aprendizagem.

Comunicação e Divulgação

A palavra comunicação deriva de communicare que, em latim, significa “tornar comum, partilhar, repartir, associar, trocar opiniões”. O USP Recicla toma a noção de comunicação como um processo de mão dupla em que todos os envolvidos caracterizam-se por uma postura ativa. A comunicação é um processo social dinâmico e complexo, que se apresenta como meio necessário ao planejamento, funcionamento e aperfeiçoamento das instituições. Um dos princípios da comunicação do USP Recicla é a ação educativa. São exemplos de ações comunicativas do Programa:
– atendimentos de consultas por telefone e por correio eletrônico
– reuniões com as comissões
– entrevistas de diagnóstico e de avaliação do Programa.

A divulgação no USP Recicla é tanto um meio e/ou estratégia importante como um objetivo do Programa. Busca-se disponibilizar informações claras, confiáveis e adequadas ao seu público, abrangendo desde os conceitos mais gerais até procedimentos específicos de gestão de resíduos. Os meios utilizados incluem: o presente site, folhetos, cartazes, adesivos, vídeo, camisetas e outros recursos.

Gestão compartilhada e integrada

O Programa propõem a divisão o compartilhamento de poder e das de responsabilidades entre os diretamente envolvido,s tanto para a gestão dos resíduos como para a gestão do seu funcionamento. Reconhecendo e respeitando as diferenças de atribuições, interesses e capacidades, busca-se articular uma rede de envolvidos, integrando-os em metas e ações convergentes. Para tanto o USP Recicla vem construindo um modelo de organização específico.

Planejamento incremental

O USP Recicla apóia-se em um modelo de planejamento flexível e aberto à participação. Ações e estratégias são detalhadas e/ou redefinidas apoiando-se em múltiplas e constantes avaliações. Neste sentido o detalhamento dos planos é feito gradualmente. Toma-se o planejamento como momento de mediação de interesses dos diversos atores envolvidos e, na medida do possível, como oportunidade educativa.

Avaliação continuada

O USP Recicla está aperfeiçoando o seu sistema de avaliação. As comissões, o Comitê Gestor e a Equipe CECAE USP Recicla monitoram e avaliam o Programa, ininterruptamente. O grande número de ações de diversas natureza empreendido pelo USP Recicla remete a diversos instrumentos e processos avaliativos incluindo: reuniões periódicas, diagnósticos participativos, questionários, registros de materiais descartados, entrevistas, etc. Mas, o sistema de avaliação do Programa ainda é precário e está em aperfeiçoamento.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *